Deve a mulher se cobrir?

Respondendo a uma pergunta feita através desse site, me dediquei junto com minha esposa sobre o assunto da cobertura da mulher em I Co 11.

Transcrevo abaixo tudo o que pudemos refletir. Minha expectativa é que seja de fato útil a todos que desejam fazer a vontade de Deus. Isso não é um estudo exaustivo sobre o assunto, são apenas algumas colocações úteis e objetivas para considerarmos.

Vamos ler o texto de I Co 11: 1 a 16 muitas vezes, sugiro que se leia constantemente enquanto analisamos aqui.

O mandamento central e básico desta passagem é claro e simples. Ou seja, cobrir a cabeça e não cobrir a cabeça. Na Sua sabedoria, porém, Deus não apenas estabelece a ordem — Ele explica as razões.  

O ensino de I Co 11:1-16 é para irmãos e irmãs. Tão importante quanto às irmãs cobrirem suas cabeças é os irmãos descobrirem as suas. Tão errado quanto uma irmã descobrir sua cabeça é um irmão cobrir a sua. A responsabilidade das irmãs normalmente é mais enfatizada (talvez porque nossa sociedade é machista e não compreende essa passagem corretamente), mas ambos (homem e mulher) têm a mesma responsabilidade nesta questão.

O ensino em questão é para homens e mulheres salvos, e no contexto de vida de igreja. Temos um novo e vivo caminho aberto que nos conduz até ao trono da graça, um caminho do qual podemos nos aproveitar a qualquer hora, em qualquer lugar, e nada deve limitar nosso acesso a Deus em oração individual (quando a igreja se reúne, é necessário haver ordem). Creio que o ensino deste capítulo foi dado a manifestação da igreja reunida e deve ser obedecido sempre que a igreja está reunida. Não quero aqui tratar de outros detalhes fora esse.

 A questão da cabeça (vs. 3-6)

Deus afirma o princípio; depois Ele o aplica. O princípio importante aqui é o de soberania(governo), de liderança. Deus está mostrando que homem e mulher, no contexto de igreja, não ocupam a mesma posição. São iguais no que se refere à sua posição em Cristo (os vs. 11-12, além de Gl 3:28, mostram isto claramente), cada um tem sua função bem estabelecida, seja na vida da igreja, seja na vida familiar.

Agora quero falar de algo muito importante: esta posição de submissão que a mulher ocupa é unicamente conseqüência da hierarquia(governo) que Deus estabeleceu na Sua criação, e não tem relação com a capacidade, valor ou a utilidade de cada um. Pois o texto afirma, na mesma frase, que “Deus é cabeça de Cristo”. Vejamos que nos propósitos divinos, era necessário que Cristo se submetesse à liderança do Pai, o que Ele voluntariamente fez. Na figura da igreja “a mulher”, toma o lugar de cristo e se submete.

O texto está enfatizando que a mulher deve imitar o exemplo do Senhor Jesus Cristo; assim como Ele submete-Se voluntariamente ao Pai, ela deve submeter-se voluntariamente, ou seja, se colocar de baixo, ou sob-autoridade. Assim como o Filho não se torna inferior ao Pai por obedecê-Lo, assim as irmãs não são inferiores aos irmãos, nem merecem menos respeito. É importante que todo irmão entenda que é cabeça da mulher(e não dono) porque Deus quer, não porque os homens são melhores ou superiores. É igualmente importante que toda irmã se cubra na manifestação da vida da igreja porque Deus quer, não porque as mulheres são inferiores.

Quando um homem cobre sua cabeça na manifestação da vida da igreja, diz o v. 4, ele desonra a sua cabeça, e veja que a Palavra diz que sua cabeça é Cristo. Por quê? Porque ao cobrir sua cabeça, ele está escondendo sua cabeça espiritual, que é Cristo. Ele está, em figura, dizendo que Cristo não tem autoridade ali, que Sua posição como Cabeça não está sendo reconhecida.

Agora vejamos a importância do símbolo. Se as irmãs estiverem descobertas na manifestação da vida da igreja o símbolo que transmitem é que suas cabeças espirituais também estão descobertas, dizendo assim que o homem (que é cabeça da mulher) está ocupando a posição de autoridade naquele momento. E o texto nos ensina que Cristo deve ter autoridade e não o homem.

Então resumidamente podemos dizer que o homem com a cabeça descoberta e a mulher com a cabeça coberta estão  dizendo figuradamente( e os anjos entendem bem isso) aqui a autoridade é toda de Cristo, pois a mulher diz “ o homem está sobre mim em autoridade”, ou seja “é  o cabeça”, mas aqui ele se submete a Cristo, pois demonstro isso cobrindo a minha  cabeça.

Só para recordar amados, quero enfatizar que não existe desigualdade de valores perante Deus, entre o homem e a mulher, o que está enfatizado no texto é a desigualdade de função.

 Outro motivo claro para que o homem não cubra sua cabeça nas reuniões é porque ele é a glória de Deus. Sua cabeça descoberta diz, em figura, que Deus está sendo glorificado, pois a glória de Deus não está escondida naquela reunião. Da mesma forma a irmã deve cobrir sua cabeça porque ela é a glória do homem. Sua cabeça coberta diz, em figura, que o homem não é glorificado naquela reunião, pois a glória do homem (a mulher) está escondida.

Creio plenamente que cabe aos irmãos com capacidade de ensino, ensinar a todos os reais motivos da cobertura e não cobertura, e com amor sugerir a obediência a Cristo, e aqueles que são obstinados, entregar ao Senhor e recordar-lhes o que está escrito no mesmo capítulo versículo 30.

 Também é muito importante recordar que os anjos são um real motivo desse ensino.

É muito importante entendermos que os anjos estão aprendendo a multiforme sabedoria de Deus através da “igreja”, para isso leiam Efésios  3:10.

Podemos notar no texto “por causa dos anjos”, sendo assim fica claro que os  mesmos estão assistindo a tudo e aprendendo a sabedoria de Deus.

Também vemos claramente no texto a natureza se manifestando, e isto não está relacionado à cultura e aos costumes, e sim ao sexo de cada um. Homem e mulher os criou. Os criou diferentes e cada um em sua função.

O último argumento do apostolo é a obediência, e isso vemos no versículo 16 do nosso capítulo, bem como no capítulo 4:17, também 7:17, e ainda em 14:33 e para finalizar 16:1.

Que sejamos prontos a obedecer nesta questão tão importante!

Se Deus fala desse  assunto, deve ser porque precisamos conhecê-lo. E havendo Deus falado, devemos estar prontos para considerar o que Ele tem dito. Além do mais, deve ser admitido que Deus é capaz de fazer com que seja claro e simples o que Ele quer dizer, a fim de não permanecer nenhuma dúvida. Se, porém, não entendemos, é bem provável que o problema seja conosco e muitas vezes  não vemos porque somos obstinados e não queremos enxergar daquele modo.


UMA QUESTÃO DE ORDEM

No versículo 3, o Espírito de Deus diz, por intermédio do apóstolo, que "Cristo é a cabeça de todo o varão, e o varão a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo". É esta, portanto, a ordem de poderio estabelecida por Deus. Deus tem um lugar para cada um, homem ou mulher, e certamente não é doloroso permanecer nesse lugar. O homem tem o seu lugar como representante de Deus na terra - "a imagem e glória de Deus" (v. 7). A mulher também tem um lugar distinto – “a figura da igreja”, o lugar de sujeição em conformidade com a ordem estabelecida por Deus.

Deus estabeleceu uma ordem por toda a Sua Criação. Os homens e mulheres não devem negligenciar essa ordem, porém devem lembrar-se de que são: um espetáculo divinamente designado - sim, um espetáculo para os próprios anjos (v. 10). Os anjos estão conhecendo a sabedoria de Deus; estão sendo espectadores dos caminhos de Deus. O fato de eles estarem observando os caminhos de Deus aqui é também mencionado em 1 Coríntios 4:9 e Efésios 3:10.

Em poucos lugares não se usa a designação, “irmãs ou irmãos”, e aqui é um deles, mostrando-nos que esse assunto é dirigido a homens e mulheres. Assim percebemos que esse assunto sai de nossa posição com Cristo e nos leva a ordem de Deus na criação. Podemos ver também que a relação descrita aqui é entre “Deus e Seu Ungido”, assim sendo uma relação de obediência para manifestar algo.

Voltando ao princípio de tudo, será fácil entender o nosso assunto. Para entender este assunto é necessário que conheçamos a Deus e a Sua Palavra. Assim sabemos que Deus estabeleceu o sistema de governo que fala de fatos imutáveis e o sistema da Graça, que fala da igreja.

Na Graça está incluído tudo referente a igreja, seja salvação, filhos de Deus, irmãos, Obra do Senhor Jesus, atuação do Espírito Santo, pois tudo isso pertence a essa dispensação conhecida como Graça, a que se refere a igreja.
No governo, Deus estabelece tudo segundo a Sua vontade, nele estão a Criação(incluindo aqui todas as coisas da criação), muito antes de criar Adão, Deus criou para Si mesmo. E  assim Deus criou homem e mulher e designou segundo a Sua vontade como se manifestaria, e vemos isso, pois Deus criou a mulher como ajudadora e tirou ela do próprio Adão, aqui Deus manifestou um sistema de governo, ou seja, de autoridade. Assim o Governo de Deus, sempre tem estado presente e agora ele está lado a lado com a Graça, até a vinda de Nosso Senhor, onde Ele estabelecerá o Seu reino, sob o Seu governo.

Jesus cumpriu em si mesmo os dois sistemas, pois Ele se deu a Sí próprio, e isto é Graça, mas de outro lado Ele cumpriu tudo que estava estabelecido, desde que Ele nasceria da semente de mulher até a cruz, e isto é obediência e tem a ver com governo.

Quero apenas mostrar um exemplo do governo estabelecido, pois isto nos ajuda a entender a obediência que está no nosso tema de estudo. Deus colocou Adão e Eva no jardim, mas o homem caiu e Deus ainda que lhe manifestou um meio de Salvação, mas apesar de ter um meio de salvação Ele expulsou os dois do jardim, pois não mudou o sistema que Ele estabeleceu, ou seja, o governo.

Então amados, temos que aceitar isso, que Deus estabeleceu o homem como cabeça da mulher, pois isto é governo e é imutável. E de outro lado somente a “igreja”, sabe que Cristo é o cabeça do homem. Então como “igreja”, nos reunimos para manter o testemunho de Deus diante dos homens. E assim a igreja revela a todos que Deus, é o cabeça de Cristo, Cristo o cabeça do homem e o homem o cabeça da mulher, isso é maravilhoso irmãos, os homens podem ver a manifestação do governo de Deus na graça que é a “igreja”. E assim temos revelado a cadeia de autoridade do governo de Deus, ou seja, Cristo obedece a Deus, o homem obedece a Cristo e a mulher obedece ao homem, e essa sequência de obediência é demonstrada na cobertura da mulher.
Assim sendo quando a mulher se cobre toda a igreja está dizendo: Eu me submeto ao governo de Deus e aceitamos a posição determinada por Deus sob todas as coisas.
Outro ponto importante que devemos recordar é que ainda que somente a mulher  tem, sua cabeça coberta, contudo, na realidade, Cristo tem Sua cabeça coberta diante de Deus, e todo homem tem sua cabeça coberta diante de Cristo.

Se entendermos que Cristo tem Sua cabeça coberta em figura diante de Deus, jamais negaríamos o ensino de se cobrir, pois ao nega-lo, estamos dizendo que Cristo não está debaixo da autoridade de Deus. Sendo assim cada um de nós em figura estamos cobertos na atitude da mulher que se cobre. Pois nossa cabeça não pode ser exposta perante o ensino de autoridade que temos diante de nós. Assim, a vontade de Deus em demonstrar ao mundo como funciona Seu governo, usa esse símbolo, para que o mundo possa ver que a mulher tem o homem como cabeça. Assim, meu apelo é que todos se submetam ao governo de Deus. Quando uma mulher cobre sua cabeça, ela está reconhecendo diante de Deus a base da posição de Cristo diante de Deus e na posição do homem diante de Cristo. Que lindo privilégio esse da  mulher. Ela não cobre sua cabeça  para si mesma; ela o faz representativamente e assim vemos a maravilha do símbolo da cobertura. Ela cobre sua cabeça por si mesma, porque ela é mulher; e representativamente porque ela representa o homem diante de Cristo e Cristo diante de Deus. Então quando a mulher cobre sua cabeça diante de Deus, é exatamente a mesma coisa que se Cristo cobrisse Sua cabeça diante de Deus. Igualmente quando a mulher cobre sua cabeça diante do homem, é exatamente a mesma coisa que se o homem cobrisse a cabeça diante de Cristo. Se Deus é cabeça então Cristo não é; se Cristo é cabeça, então o homem não é; se o homem é cabeça, então a mulher não é. Vocês entendem essas figuras?
Deus chama as mulheres para manifestar essas verdades. É através das mulheres que o governo de Deus é manifestado. São elas que receberam a responsabilidade de demonstrar o sinal de obediência sobre suas cabeças. Deus especificamente requer que as mulheres tenham suas cabeças cobertas quando orando ou profetizando. O homem não pode cobrir a cabeça, pois ele representa Cristo.

Agora vejamos como é interessante esse fato no versículo 8: Diz que o homem não provém da mulher, e isso nos remete direto a criação, pois hoje todo homem nasce da mulher. Então, fica claro aqui que o cabeça foi Adão. Não Eva. Além disso, "nem foi o homem criado para a mulher; mas a mulher para o homem". Exatamente pela ordem de Deus na criação, a mulher deveria estar em submissão ao homem.

Para terminar apenas quero recordar que a queda dos anjos se deu, pelo fato de sua não sujeição a Deus. Eles quiseram manifestar a sua própria cabeça, ou seja, o seu próprio governo.

Que maravilhoso é para as mulheres que estão em Cristo poderem manifestar essas verdades, pois o mundo não O conhece, e para o mundo se submeter a Deus é loucura. E assim esses mesmos anjos caídos podem ver que ainda hoje existem aqueles que se submetem a Deus e a Seu governo. Que cada uma das mulheres que amam a Cristo e querem estar sujeitas ao ensino da verdade das escrituras, possam se cobrir, manifestando em suas cabeças a submissão do coração.

Podemos ainda mostrar muitas verdade contidas nesse ensino, mas quero parar por aqui, certo que possa ter contribuído para que esse ensino seja feito de maneira correta.

 

Julio Ometto