Dúvida Sobre Namoro

 

Se quer ouvir minha resposta Clique Aqui

 

Boa tarde. Antes de conversarmos sobre sua pergunta. Precisamos entender que Deus não é um mago que está a nosso serviço.

Você me diz que tinha um relacionamento antes de se converter e está orando para ter essa pessoa como esposa, entáo vamos pensar juntos em algumas coisas.

Então vamos começar lembrando que você reconhece que estava tudo errado, e isso é bom. A partir do momento que confessamos nossos pecados e reconhecemos o Senhor Jesus, como nosso Salvador, as coisas velhas se passaram e tudo se fez novo.
Quanto a família, de fato ela está no coração de Deus, pois desde o principio foi assim, e sempre será a vontade de Deus construirmos famílias para Sua glória.
Agora quanto a você pedir a Deus, o fato de pedir não está errado, mas vamos fazer uma análise e vejamos se está pedindo certo.
1 - Se nasci de novo, devo eu pedir a Deus, por essa ou aquela pessoa, ou devo confiar a Ele esse cuidado, pois Ele me conhece e sabe do que realmente minhas necessidades. Então peço uma companheira e não aquela certa companheira.
2 - Como nascido de novo, devo pedir a Deus alguém que não o reconhece como Salvador pessoal, não sei se esse é o caso, pois não me disse se ela creu. Caso for deve pedir pela salvação dela em primeiro lugar.
3 - Quanto ao um casal divorciado, de fato, a restauração é o caminho, pois Deus não quer o divorcio, pois não foi assim desde o principio, mas comparar um relacionamento que não foi um casamento, no caso um namoro (independente de quanto intimo ele foi, pois Deus não reconhece nada além do casamento), é um erro de entendimento das escrituras.
4 - Quanto a chamar o seu relacionamento do passado de não licito, também entendo como um erro, pois se vocês desconheciam a Deus, Ele não cobrará de vocês por essa atitude, nunca, afinal Ele é um Pai amoroso e não um Senhor rancoroso. O que conta é como nos comportamos daqui para frente. Ainda que devemos reconhecer que andamos por caminhos maus, não devemos usar isso, nem para nos beneficiar, e nem para nos menosprezar.
5 - Quanto ao dízimo, nós os irmãos entendemos que é algo que pertencia a Deus e a Israel, hoje vivemos na graça e a maneira de ofertar é segundo aquilo que o Senhor coloca em nossos corações, mas se está dando o "dízimo" como diz esperando algo em troca,  posso dizer que biblicamente Deus rejeita qualquer oferta desse tipo, pois o que lhE agrada é um coração contrito, e o fruto dos lábios que confessam o Seu Nome. E dizimar não é exercício do coração.
Bom, quando responder a si mesmo essas perguntas creio que encontrará a sua resposta. Mas se ainda assim, não encontrar e precisar de mais ajuda pode contar comigo.
Seu irmão e conservo
Julio